sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Venezuela: Assassinado Dissidente

___________________________



O assassinato de um ativista de direitos humanos na cidade de Barquisimeto, revela a política sistemática do Estado venezuelano contra dissidências e classes populares. O periódico El Libertario denuncia este fato como um novo capítulo do ataque governamental contra as organizações de base, autônomas, revolucionárias e dissidentes.

Durante a manhã do dia 26 de Novembro, foi asssassinado Mijail Martinez, de 24 anos de idade, videoativista e colaborador do Comitê de Vítimas contra a impunidade do estado Lara. Segundo testemunhas, dois indivíduos desconhecidos abordaram Mijail nos arredores de seu domicílio, e após chamá-lo pelo nome deram vários disparos em seu peito.

A vítima é produtor audiovisual e trabalha no programa de TV de seu pai, Vitor Martinez, um antigo militante bolivariano e ex deputado do Conselho Legislativo da região, a quem devido às múltiplas contradições do processo bolivariano tem realizado denúncias acerca da implicação de altos funcionários governamentias e policiais em fatos de corrupção e violação aos direitos humanos.

Em declarações oferecidas aos meios de comunicação, Vitor assinala que o motivo do assassinato é político, e buscou silenciar seu filho: "Chavez, eu te ajudei quando estavas só no cárcere e ninguém lhe dava apoio, você é o responsável pela morte de meu filho e por muitos delitos que estão acontecendo, porque em vez de ser o primeiro a garantir a constituição você é o primeiro a violá-la, e devido a isto pagamos todos os venezuelanos com a insegurança que há no país", afirmou o pai de Mijail.

Fontes: El Libertario - Direto de Caracas.


Um comentário:

Apogeu da Alienação disse...

Tem um link pro seu blog lá no meu: Apogeu da Alienação - http://apogeudalienacao.blogspot.com/

Loading...